Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 25, 2013

Edição 963 | Ano V

Da redação - São Paulo / SP
Brasil tem potencial para participar de cadeias globaisApesar de representar um percentual muito pequeno dos intercâmbios em nível mundial, em detrimento de uma tendência crescente de fragmentação da produção de bens entre países, o Brasil tem potencial para participar da formação de cadeias globais. A avaliação é de Lia Valls, pesquisadora da área de Economia Aplicada do Instituto Brasileiro de Economia (FGV/IBRE). Lia destaca que setores como o de alimentos, que apresenta uma base industrial diversificada no país, bem como elevado estoque de capital estrangeiro, já demonstram ter condições de se desenvolver sob esse sistema. “O ponto de partida para liderar um hub regional, entretanto, é garantir que o custo de coordenação e as incertezas são menores do que os ganhos pelo aproveitamento das vantagens comparativas locais”, lembra. E emenda: “Na América do Sul, esses custos ainda são altos”.
Para a economista, setores fortes como o agronegócio regional — sobr…