Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 15, 2013

Edição 955 | Ano V

Da redação - São Paulo / SP
FMI reconhece que Brasil deve crescer menos em 2014A nova previsão para o crescimento econômico brasileiro, feita pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) e divulgada na semana passada, coincide agora com o que grande parte dos analistas do país acredita: o Brasil não terá forças para crescer mais que 2,5% no ano que vem. Após a organização internacional divulgar que em abril o salto seria de 4% — caindo para 3,2% em junho —, chegaram à conclusão que o aumento será em torno de 1,5% a menos. “Há alguns anos, acreditávamos que o crescimento poderia ser entre 4% e 4,5%, mas atualmente todo mundo está ciente de que esse número gira em torno de 2,5%. E o FMI, enfim, reconheceu isso”, afirma Fernando Veloso, pesquisador da área de Economia Aplicada do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/IBRE). Um dos motivos para tal previsão são as incertezas criadas nos últimos três anos em razão de questões envolvendo aspectos macroeconômicos e regu…