Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 22, 2013

Edição 860 | Ano IV

Da redação - São Paulo / SP
Para FMI a fórmula da América Latina perde fôlegoA menos que consiga atrair mais investimentos e acelerar a taxa de produtividade, a América Latina dificilmente conseguirá crescer próximo do nível máximo de sua capacidade de produção no médio e longo prazos, como aconteceu nos últimos dez anos. O alerta é do diretor do Departamento de Hemisfério Ocidental do Fundo Monetário Internacional (FMI), Alejandro Werner. "Os países da região estão utilizando quase toda a capacidade de produção, os termos de troca não parecem que vão continuar melhorando e as taxas de juros na região não devem continuar caindo, aliás, o mais provável é que voltem a subir", disse Werner em entrevista ao Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, ao final da reunião anual do FMI e do Banco Mundial, que terminou neste domingo em Washington.
Nos últimos dez anos, segundo Werner, as economias latino-americanas cresceram, em média, 4% ao ano. "Assim, olhando para o fu…