Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 8, 2012

Edição 782 | Ano IV

Rio de Janeiro / RJ
Investimento em infraestrutura terá o pior desempenho desde início do PAC

Apesar dos esforços do governo para viabilizar os investimentos em infraestrutura no Brasil, o setor deverá receber este ano aportes de apenas 1,96% do Produto Interno Bruto (PIB) - ou R$ 86,8 bilhões em números absolutos. Será o pior desempenho desde o início do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e a primeira vez, desde 2007, que o País romperá o piso de 2%. A projeção consta de estudo do economista Claudio Frischtak, da Inter.B Consultoria.

O levantamento destacou que as limitações se concentram na esfera pública, que não consegue sustentar o arranque da infraestrutura. De 2010, auge dos 
investimentos nas obras do PAC, a 2012, houve um recuo de 0,5% do PIB na fatia de investimento público destinada a setores como energia elétrica, 
telecomunicações, rodovias, ferrovias, portos, aeroportos, metrô, hidrovias e saneamento. "Os números mostram que o setor público não consegue liderar