Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 10, 2012

Edição 765 | Ano IV

Rio de Janeiro / RJ
Produção industrial cai e setor evita demitir para não perder mão de obra

De um lado, uma economia fraca, abalada pela crise internacional. Do outro, um mercado de trabalho no qual as taxas de desemprego continuam baixas, mês após mês. Um cenário, na contramão dos países centrais, que deixa no ar um pergunta: até quando o país vai conseguir segurar seus empregos? Afinal, o Brasil cresceu no primeiro semestre apenas 0,6% - o pior resultado desde a recessão de 2009. E a indústria amarga uma queda na produção de 3,7% até julho. Segundo analistas, a pouca oferta de mão de obra, o dinamismo do setor de serviços (que "rouba" trabalhadores da indústria), e a expectativa de que a economia vá voltar a crescer levam os empresários a segurar seus empregados, mesmo diante da crise.

Pelas contas da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), nos últimos 12 meses o emprego na indústria de transformação está estável. E registrou nos 
últimos três meses abertura de vagas. Em…