Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 4, 2012

Edição 762 | Ano IV

Nova Iorque / EUA
Investidores da web entram em  depressão

Em junho de 2011, o fundo GSV comprou uma participação acionária no Facebook (ainda uma empresa de capital fechado). No mesmo dia, viu suas ações subirem 42%. Na onda de euforia da internet, ficou famoso por vender US$ 247 milhões em ações e usar o dinheiro para expandir sua carteira de startups (empresas iniciantes) investindo em nomes como Groupon e Zynga. Agora, o arrojado GSV sofre da mesma depressão que assola o Facebook. Após o fracasso da oferta pública da rede social, os papéis do GSV tiveram uma queda drástica - e até agora não se recuperaram. Suas ações, vendidas antes do fatídico IPO por US$ 15,35, agora são cotadas a US$ 8,54. "Na alta, fomos beneficiados mais do que merecíamos", disse o diretor executivo do GSV, Michael T. Moe. "Agora, na baixa, estamos sendo penalizados mais do que merecemos", lamentou o executivo. O GSV, ou Global Silicon Valley, é o maior dos vários fundos mútuos de participaç…