Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 27, 2012

Edição 643 | Ano IV

São Paulo / SP
Reclamações contra construtoras crescem 59% em 2011

Em 2011, houve um aumento de 59% nas reclamações, contra as construtoras, de proprietários de imóveis comprados na planta, de acordo com balanço realizado pela Amspa (Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências).As reclamações contra as instituições financeiras também mostraram alta, de 16%. De acordo com o levantamento, as queixas mais relatadas em 2011 foram referentes a problemas como atraso na obra, vícios ou defeitos de construção, taxas abusivas como Sati (Serviços de Assessoria Técnico Imobiliária) e corretagem e cobrança de juros sobre juros e leilões de imóveis.
Construtoras e bancos
“Das muitas queixas que recebemos todos os dias, quase 60% delas são contra construtoras, as outras queixas são relacionadas a bancos. É nítida a falta de conhecimento dos mutuários. Por conta disso, ficam à mercê dessas instituições”, afirma o presidente da instituição, Marco Aurélio Luz.
Entre janeiro e dezembro do ano passad…