Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 5, 2011

Edição 468 | Ano III

São Paulo / SP
Fusões no Brasil disparam 76% e batem recorde em 2010
A atividade em fusões corporativas disparou em 2010 no Brasil, que ao lado da China, levou o mundo emergente a responder por um terço do movimento global do setor no período, um recorde. Segundo um levantamento da Thomson Reuters, as operações anunciadas envolvendo empresas do país movimentaram US$ 120,6 bilhões no ano passado, um salto de 76,1%. O setor de energia liderou, com destaque para a compra de 40% dos ativos da Repsol no Brasil pela chinesa Sinopec, e a criação de uma joint venture reunindo parte dos ativos da anglo-holandesa Shell e da Cosan. Matérias-primas e telefonia ficaram em segundo e terceiro, respectivamente.
Para especialistas, por ser forte nas áreas de energia (petróleo e etanol) e em metais, alguns dos segmentos mais ativos em fusões no mundo, e ter a perspectiva de elevado crescimento econômico nos próximos anos, o Brasil seguirá como um dos países mais ativos nesse mercado em 2011. "Essa co…