Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2008

I-Press.biz Economia & Mercado | Edição 093 | Ano I

Superávit primário sobe 56% e chega a R$ 80 bilhões no ano
A arrecadação recorde de imposto garantiu mais uma vez um superávit primário expressivo para o governo central, que inclui Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência. A economia feita para pagar os juros da dívida foi de R$ 6,007 bilhões em setembro e chegou a R$ 80,8 bilhões no acumulado de 2008. No ano, houve um crescimento de 56,8%. O superávit primário é a diferença entre as receitas líquidas do governo e as despesas. Até setembro, as receitas líquidas subiram 17,4%, para R$ 432,1 bilhões, impulsionadas pela arrecadação de impostos, que cresce em um ritmo
equivalente ao dobro do PIB - Produto Interno Bruto -, soma das riquezas produzidas no país. As despesas do governo subiram 11% no mesmo período, para R$ 351,3 bilhões.
Desaceleração - O superávit primário acumulado até setembro, pelo governo central, equivale a 3,81% do PIB estimado para o período. Essa é a segunda desaceleração, nessa comparação, em relação ao resultad…

I-Press.biz Economia & Mercado | Edição 093 | Ano I

Crise será longa e com ''forte impacto'' na economia real
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, abandonou o tom otimista na terça-feira, dia 28/10, ao avaliar, durante encontro nacional da indústria, que a crise financeira será de "longa duração" e com "forte impacto" na economia real. "Vai desacelerar no mundo todo. Já está ficando nítido agora", acrescentou ele. Na avaliação do ministro da Fazenda, o travamento do crédito será um dos principais fatores a diminuir o nível de atividade em todo o mundo. "É impressionante como o travamento do crédito pode se transmitir para a economia mundial. Está prevista recessão econômica que eu espero que não se transforme em depressão. Esse é o desafio dos países avançados. Os pacotes econômicos apenas mitigaram o problema, mas não está resolvido ainda o problema do crédito", disse ele.
Instituições financeiras - Mantega disse, ainda, ser "natural" que as instituições financeiras ten…